MANITESE PROMOVEU FESTIVAL CULTURAL DE MIGRAÇÃO NA GUINÉ BISSAU, SOB LEMA “GUINÉ BISSAU TERRA RICO”

Região de Gabu cidade do mesmo nome, leste do país foi o palco de festival Cultural das Migrações, promovido pela ONG_Italiana Manitese em parceria com Plataforma das ONgs da região de Gabu (PONGAB) e AMIC.

Festival tem como objetivo de sensibilizar, animar a camada juvenil e a comunidade em geral, sobre os riscos de migração irregular, as oportunidades económicas e produtiva na Guiné-Bissau.

O festival que serviu também articulação de mensagem positivo ao país, através da Cultura: Dança, Música, Poesia.
Antes do festival decorrido dia 15 de Dezembro, de manhã foi promovido uma marcha com itinerário de Aldeia SOS à Comité de Estado da região, alusivo a comemoração do dia internacional dos migrantes instituído em 18 de Novembro.

O evento que congregou vários grupos musicais das organizações juvenis de Gabú e contou com a presença grupo cultural Netos de Bandim e Músicos de renome internacional Nelson Bomba, Binham Quimor, NB ONE SHOT, Dji Dji de Malaika, MSG de Bafatá, Piloto de Miolo.

Manitese Entreve na região de Gabú com apoio da Agencia Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento e tendo assim dois projetos em ação: “voltar para terra- Processo de inclusão agrícola econômico e social no corredor Gabú e Bafatá” em parceria com AMIC e Assa Socorro; e “Partido dos jovens, promotores do desenvolvimento local e da migração consciente”, em parceria com PONGAB Gabú e ACRA.

De recordar que assistência e coordenação da Organização Internacional de Migração (OIM) revelou no dia 07 de Dezembro de 2018, que em todo o país as regiões de Gabú, Bafatá e OIO apresentam maior índice de dados de migração irregular, razão pela qual a cidade de Gabú foi escolhida para realizar festival cultural sobre migração irregular.

Geraldo Suleimane Camara

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *