Presidente da Nigéria nega ter sido clonado

O Presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, negou este domingo as alegações de que tinha morrido e fora substituído por um impostor sudanês. Esta foi a primeira vez que o chefe de Estado se pronunciou sobre o rumor que corria há já alguns meses.

Buhari, que concorre à reeleição em fevereiro, passou cinco meses no Reino Unido no ano passado para receber tratamento a uma doença não revelada. Uma teoria amplamente divulgada nas redes sociais, incluindo por alguns dos seus opositores políticos, era a de que ele tinha sido substituído por um sósia sudanês chamado Jubril.

Não foi apresentada qualquer prova para apoiar a teoria. Contudo, os vídeos que a avançam foram vistos milhares de vezes no YouTube e no Facebook.

Perante concidadãos na Polónia, onde participa na conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, Buhari disse: “É o meu verdadeiro eu, garanto-vos. Em breve, celebrarei o meu 76.º aniversário e continuarei forte”.

“Muitas pessoas desejaram que eu morresse durante a minha doença. Alguns abordaram mesmo o vice-presidente para que ele os representasse porque supunham que eu estava morto. Isso envergonhou-o muito e claro que ele me visitou quando eu estava em convalescença em Londres”, acrescentou, acusando os que espalharam o rumor de serem “ignorantes e irreligiosos”.

No Twitter, Buhari escreveu que “uma das questões” que lhe foram colocadas na Polónia foi se “tinha ou não sido clonado”. “Os rumores ignorantes não são surpreendentes – quando estive fora [do país] para tratamento médico no ano passado, muitas pessoas desejaram que eu estivesse morto”, acrescentou, publicando o vídeo da sua resposta.

EXPRESSO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *